8 áreas de atuação de um arquiteto

Arquiteto pode trabalhar em diferentes contextos.

Arquitetura e Urbanismo é o seu curso dos sonhos? Então que tal conhecer algumas das áreas em que você poderá atuar depois de formado? Tenho certeza que muitas delas você nunca ouviu falar!

:: Conheça um pouco mais sobre a carreira de Arquiteto e Urbanista.

#1 Gestão/execução de obras

Já imaginou como é acompanhar uma obra do início ao fim, garantindo que tudo saia de acordo com o planejado? É isso o que faz esse profissional, que deve administrar o cronograma, gerenciar a equipe e os recursos, além de cotejar os serviços com a proposta e garantir o cumprimento do orçamento. Uma boa gestão de obras detecta problemas antes que eles aconteçam, sempre propondo alternativas e soluções.

#2 Arquitetura e reforma de ambientes

Até mesmo pequenos espaços podem ser completamente transformados pelo talento de um arquiteto. Uma vez graduado, esse profissional está apto a implantar melhorias em ambientes internos, da concepção à distribuição da mobília. Ele também auxilia na escolha dos materiais e dos acabamentos mais adequados para cada local.

#3 Arquitetura efêmera, cenográfica ou promocional

É uma área voltada aos eventos, feiras, estandes e pontos de venda, decoração de lojas e vitrines. Nem todo mundo sabe, mas o arquiteto desempenha um papel fundamental nesse setor, que conta com sua estratégia, organização e apurado senso de estética para proporcionar ambientes agradáveis e propícios aos negócios.

#4 Conforto ambiental, arquitetura bioclimática e construções sustentáveis

Nada como conviver em um ambiente aconchegante, com iluminação e temperatura apropriadas para as atividades desenvolvidas. Eis a missão do arquiteto que atua nessa área: melhorar a qualidade de vida das pessoas por meio das edificações. Isso sem desconsiderar o ecossistema local, a fim de acarretar o mínimo de impacto no meio ambiente e valorizar os recursos naturais.

#5 Conservação, restauro e revitalização

Por trás de um patrimônio histórico-cultural e artístico bem conservado há sempre um bom arquiteto. Afinal, é ele o responsável pelo levantamento dos danos encontrados na edificação. É ele também que estuda e propõe técnicas e materiais adequados para resolver problemas sem impactar a originalidade da construção.

#6 Games e cinema

Sabe aquele cenário de novela ou filme que chama a atenção por ajudar a compor uma cena perfeita? Com certeza tem a mão de um arquiteto ali. Pouco se comenta, mas também cabe a esse profissional a criação de cenários virtuais de cidades, obras arquitetônicas cinematográficas e realistas.

#7 Fotografia

Outra área não muito conhecida, mas muito interessante, é a fotografia arquitetônica e urbanística. Quem desenvolve esse trabalho deve apurar ainda mais o olhar crítico e compositivo, já que sua função é valorizar uma edificação, exaltando seus melhores ângulos, suas particularidades e seus espaços arredores, demonstrando todo o potencial da obra. 

#8 Empreendedorismo 

É claro que essa área tão promissora não poderia ficar de fora! O arquiteto que deseja se tornar um empreendedor deve desenvolver conhecimentos de gestão e marketing, além de fortalecer seu networking, já que o trabalho envolve parcerias e fornecedores. Ele deve também conhecer as modalidades de contratação de colaboradores e, o principal, encantar seus clientes apresentando um trabalho de qualidade para se estabelecer no mercado. As redes sociais são sempre grandes aliadas nessa empreitada!

Saiba mais:
:: “Arquitetura Bioclimática” é tema de palestra na Uniessa
:: Palestra na Uniesa aborda “Noções de Paisagismo”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *